top of page

Os Dez Pontos Importantes para uma Cirurgia Segura

Vamos falar sobre algo essencial para a segurança do paciente durante um procedimento cirúrgico: o Checklist de Cirurgia Segura. Este protocolo, implementado em 2009 pela Organização Mundial de Saúde (OMS) e pelo Instituto Brasileiro para Segurança do Paciente (IBSP), é crucial para garantir a segurança do paciente, da equipe médica e do sucesso da cirurgia. A seguir, detalho os dez pontos importantes desse checklist.


1. Confirmação da Identidade do Paciente

  • Objetivo: Garantir que o paciente correto está sendo operado.

  • Como: Verificar nome completo, data de nascimento e número de identificação. Checar a pulseira de identificação do paciente.


2. Confirmação do Sítio Cirúrgico

  • Objetivo: Garantir que a cirurgia será realizada no local correto.

  • Como: Confirmar com o paciente e verificar os documentos médicos. Marcar o local da cirurgia, se necessário.


3. Histórico de Alergias

  • Objetivo: Evitar reações adversas a medicamentos.

  • Como: Perguntar ao paciente sobre alergias conhecidas e verificar o prontuário médico.


4. Avaliação do Risco Anestésico

  • Objetivo: Garantir que o paciente está apto para a anestesia.

  • Como: Realizar uma consulta prévia com o anestesista e avaliar o histórico médico e o uso de substâncias.


5. Planejamento para Grande Perda de Sangue

  • Objetivo: Estar preparado para situações de perda significativa de sangue.

  • Como: Verificar a tipagem sanguínea do paciente e garantir a disponibilidade de sangue no banco de sangue.


6. Administração de Antibióticos Profiláticos

  • Objetivo: Prevenir infecções durante e após a cirurgia.

  • Como: Administrar antibióticos conforme prescrição médica antes da incisão cirúrgica.


7. Contagem de Materiais Cirúrgicos

  • Objetivo: Evitar a retenção de materiais no corpo do paciente.

  • Como: Contar compressas, agulhas e instrumentos cirúrgicos no início e no final do procedimento.


8. Verificação de Equipamentos e Instrumentos

  • Objetivo: Garantir que todos os equipamentos estão funcionando corretamente.

  • Como: Testar todos os instrumentos e equipamentos cirúrgicos antes do início da cirurgia.


9. Identificação Precisa de Amostras Cirúrgicas

  • Objetivo: Garantir a correta identificação e manuseio de amostras coletadas durante a cirurgia.

  • Como: Rotular e registrar adequadamente todas as amostras coletadas.


10. Estabilização do Paciente no Pós-operatório

  • Objetivo: Garantir a recuperação segura do paciente.

  • Como: Monitorar sinais vitais, verificar a estabilização hemodinâmica e transferir o paciente para a unidade de terapia intensiva, se necessário.


Considerações Finais

O Checklist de Cirurgia Segura é uma ferramenta poderosa que pode reduzir significativamente os riscos e complicações durante e após procedimentos cirúrgicos. Ele deve ser objetivo e eficiente para não sobrecarregar a equipe médica, mas abrangente o suficiente para garantir a segurança do paciente.


Gostou do nosso conteúdo? Siga a gente no IG @praticaenfermagem para saber mais.

Commentaires


bottom of page